A Cirurgia Bariátrica é o procedimento médico mais eficiente para pacientes que sofrem de obesidade e não conseguem perder peso através de dietas e demais tratamentos. 

A medicina recomenda a realização da cirurgia para pacientes maiores de 18 anos com Índice de Massa Corporal (IMC) igual ou maior que 40kg/m², ou IMC maior que 35kg/m² e, pelo menos, duas doenças associadas. Também estão no grupo cirúrgico pacientes com histórico de obesidade há mais de cinco anos e que não tiveram sucesso no tratamento clínico. 

Se você está prestes a passar pela operação, este blog reúne os sete passos básicos para uma cirurgia segura. Confira:

>>> Leia também: Cirurgia bariátrica: cuidados pré e pós-operatório

1. Início do tratamento

A primeira etapa para o tratamento é a avaliação clínica. Nela, o cirurgião solicitará exames de sangue, urina, ecografia abdominal e endoscopia digestiva. O paciente também começa a ser acompanhado pela equipe multidisciplinar, composta por médico cirurgião, médico clínico geral, nutricionista, endocrinologista, cardiologista, psicólogo e fisioterapeuta.

2. Mudanças no estilo de vida 

Independente do tipo de cirurgia bariátrica, que deve ser recomendado pelo cirurgião, você deve estar ciente que as mudanças começam antes da operação. Converse com a equipe médica para saber qual a estimativa para sua nova dieta e a frequência de exercícios físicos. 

3. Atenção ao uso de cigarros e medicamentos controlados  

Pacientes fumantes devem parar de fumar antes do procedimento para evitar demora na cicatrização, visto que o tabagismo altera a circulação sanguínea. Além disso, também é recomendado uma avaliação com um médico pneumologista. Em alguns casos, é preciso fazer fisioterapia respiratória antes da intervenção.

4. Internação e alta hospitalar

O tempo de internação e o tamanho dos cortes serão determinados pela modalidade de tratamento escolhida. Atualmente, trabalho com as técnicas Bypass Gástrico, Cirurgia Metabólica, Gastroplastia Endoscópica, Gastrectomia Vertical (Sleeve) e Plasma de Argônio. 

A alta hospitalar exige que o paciente consuma apenas dietas líquidas nas primeiras semanas após a operação. Dores abdominais são normais no primeiro mês. Mesmo assim, o paciente não deve fazer repouso absoluto - como ficar apenas deitado.

A necessidade de suplementação vitamínica é comum em operações do porte da bariátrica. Isso acontece porque muita gordura é eliminada do organismo, e com ela todas as propriedades nutricionais. Depois de 10 a 14 dias da cirurgia, o paciente recebe autorização para adicionar fontes de proteína na dieta. Este processo funciona como transição para uma dieta mais sólida. 

5. Recuperação pós-cirurgia 

A expectativa de emagrecimento através da cirurgia bariátrica é de, aproximadamente, 50 a 80% do peso original, dependendo de qual procedimento será feito. 

Assim como as adaptações na dieta para regular o trato gastrointestinal, o paciente deve adotar uma rotina mais saudável. A recomendação de atividades físicas faz parte do cronograma de cuidados inclusos no tratamento. Portanto, procure a orientação de um profissional ligado à atividade física para orientá-lo com os exercícios mais específicos.

6. Retorno às atividades 

O retorno aos compromissos do dia a dia varia de acordo com a evolução do paciente. Algumas pessoas são liberadas para voltar ao trabalho em 60 dias, outras podem retomar a rotina ainda mais cedo.

Mantenha um acompanhamento periódico com o médico cirurgião para controlar os próximos passos da recuperação.

7. Acompanhamento a longo prazo

Os efeitos da operação costumam aparecer bem rápido, mas isso não é sinônimo de que tudo está bem. O paciente precisa monitorar as condições nutricionais e o uso de complementos alimentares depois da cirurgia.

Os exames de rotina ajudam a controlar a incidência de anemia, níveis de vitamina B12 e demais deficiências que possam surgir. Eles devem ser feitos a cada três ou seis meses, a princípio. Depois de confirmar a estabilidade do quadro, o prazo para novos exames pode subir para dois anos.

Quer saber mais sobre cirurgia bariátrica? Entre em contato comigo através do e-mail contato@drdallegrave.com.br