Você tem alguma dúvida em relação ao novo coronavírus? Este blog traz os principais fatores ligados ao atendimento de pacientes bariátricos e metabólicos durante a pandemia da Covid-19. Aqui, você encontra um resumo de todas as orientações médicas divulgadas até o momento pelo Ministério da Saúde, Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (Cremers) e Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica (SBCB). 

O que é Covid-19? 

Chamamos de Coronavírus a família de vírus responsáveis pelas infecções respiratórias. Esses vírus podem se manifestar em diferentes proporções, desde um resfriado comum até doenças mais sérias, como a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS) e a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS).

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Covid-19, agente derivado da família coronavírus, foi descoberta em dezembro de 2019 após as primeiras transmissões em Wuhan, na China. Hoje, mais de 100 países estão infectados.

Os sintomas que caracterizam a Covid-19 são febre, cansaço e tosse seca. Alguns pacientes também podem apresentar problemas gastrointestinais (náusea, vômito e diarreia) antes mesmo dos sintomas respiratórios. Além disso, podemos considerar parte do diagnóstico relatos de dores musculares, congestão nasal, coriza e dor de garganta. 

Esses sintomas costumam aparecer de dois a 14 dias após a exposição ao vírus. Pacientes com sintomas leves, como febre e tosse seca, e que não apresentam falta de ar devem ser tratados em casa. Assim, é possível evitar que o vírus atinja mais pessoas e que o sistema de saúde seja sobrecarregado.

Como a Covid-19 é transmitida? 

A forma mais fácil de transmitir a doença é pelo contato. Nesse caso, a transmissão ocorre através de gotículas de saliva ou muco, expelidos pela pessoa infectada durante a tosse ou espirro. Essas gotículas também ficam depositadas em objetos e superfícies. Por isso, o contágio pode acontecer quando outras pessoas tocam esses objetos e levam as mãos aos olhos, nariz ou boca. 

Aprenda a prevenir o contágio:

  • Lavar as mãos com água e sabão por, pelo menos, 20 segundos.

  • Evitar ambientes fechados e com grande circulação de pessoas.

  • Não compartilhar objetos pessoais.

  • Higienizar objetos tocados com frequência, como celulares e carteiras.

  • Evitar contato físico próximo, como beijos e abraços.

  • Cobrir a boca ao espirrar ou tossir.

  • Não tocar olhos, boca e nariz com as mãos sujas.

  • Manter ambientes bem ventilados.

Principais dúvidas

A alternativa de prevenção mais segura continua sendo o isolamento social. Se você pode, fique em casa. Os órgãos de saúde indicam que o isolamento deve ser feito por, aproximadamente, quarenta dias. Durante esse período, saía de casa apenas em situações emergenciais e lembre-se de esterilizar todos os objetos que chegam da rua, inclusive alimentos. Aconselhamos, ainda, que você crie uma zona de descarte, um local próximo à porta de entrada para pendurar chaves, roupas e calçados utilizados durante a saída.

Pacientes que fizeram a cirurgia bariátrica estão no grupo de risco?

Não. Pacientes que já realizaram o procedimento não apresentam maior tendência ao contágio ou agravamento pela Covid-19. 

Pacientes bariátricos precisam seguir algum cuidado especial?

Não. As medidas indicadas valem para toda a população. Os pacientes bariátricos devem manter as orientações da equipe multidisciplinar e seguir todas as recomendações nutricionais.

Pacientes com doenças associadas têm mais chances de desenvolver a Síndrome Respiratória Aguda Grave? 

Sim. Se você possui comorbidades associadas à obesidade, reforce os procedimentos de higiene e cumpra com o isolamento voluntário.

As consultas presenciais estão suspensas durante a quarentena?

Sim. Os pacientes serão orientados pela equipe multidisciplinar por meio de teleconsultas. Mesmo de longe, as avaliações devem ser preservadas e o cronograma pós-operatório mantido.

As cirurgias serão canceladas?

Sim. Diante da determinação do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul, anunciada pela Resolução CREMERS n° 05/2020, estão suspensas todas as consultas e cirurgias de nível ambulatorial. Os pacientes serão avisados sobre o retorno do atendimento presencial assim que as autoridades responsáveis julgarem seguro para a população.

Para mais informações, mande um e-mail para contato@drdallegrave.com.br. 

Você também pode baixar esse conteúdo em forma de cartilha! Clique aqui para receber a sua.